Kill your parents

Foto 10 out. Self immolation fav.me/d824omg

Self immolation fav.me/d824omg

Citação 10 out.

Serpent of light, movement of the soul
Crawling stately along the spine
Mighty phoenix, from the ashes arises
Firebird cycle, life, regenerate the cell

Life burns fierce, reduced to ashes
Resurrection from the flame, ageless process
Quest for absolution, out of bounds introspect
Self-consuming womb, ever-present, meet no end

— Gojira - Oroborus 
Texto 5 out. Saudade é sal

São raras as pausas entre as lágrimas.
Escorre a tristeza até onde mora o belo sorriso. 
Queimam como magmas, 
E brilham como a luz do paraíso. 

A desistência que habita em mim, 
Vem refogada de pedidos de socorro, 
Assim como é coberto de neutralidade o manequim. 
Assim como o sofá, que é bonito pelo forro. 

Como é confusa a vida da neutralidade, 
E suas venturas à beira da depressão e felicidade. 
E quem diria, meu confrade, 
Que tudo isso provém da saudade?  

Texto 5 out.

Ciência vã, 
Indecência cristã. 
Ódio parteno, 
Conflito interno. 

Inversão de valores, 
Fim dos amores, 
Começo das dores, 
Ápice do vício. 

Música no início, 
Fim do gosto, 
Espinha no rosto, 
Início de desgosto. 

Começo de trabalho, 
Aumento de imposto, 
Fim de carreira,
Corpo em frangalho. 

Texto 5 out. Quem sou eu agora?

Expresso lentamente estes lapsos definhados, 
Tento evitar a frequente perda das palavras, 
Esqueço calmamente de tudo e todos, 
Faço das inspirações as minhas escravas, 

E o culto desaparece, e chulo é bruto, 
Doei todas as minhas memórias à arte, 
Nada sobrou entre o cérebro e o papel, 
Entre a pedida, o menu e o encarte. 

Joguei a arte a esmo, no vazio cibernético, 
E hoje tento resgatar o significado embaralhado do meu cérebro. 
Não necessito de alarmes, nem de um pulmão pasmo,
Despejo aqui meus sentimentos como despeja dna meu orgasmo.

E mais um lapso ético se perde em palavras.
O desespero toma o controle da mão, e sangra fértil como safras.
Demônio é a inspiração, que espanta rapidamente,
E foge, como foge o humanismo da minha mente.

Do meu coração que ao escrever pulava,
Nada sobra se não o caminhar deprimente,
Do meu ser, que na erupção sentimental, arfava,
Nada sobra além do esquecimento desta última palavra.

Desta última palavra, substituída por reticências

A flor de meus desejos secam como meu Nordeste. 
E não há nada mais que me reste. 
 

Texto 5 out. Voltar a envelhecer

Santificados sejam meus antigos dias horrorosos,
Dos tragos e da revolta dos olhos idosos. 
Do nosso síncope sentimento bucólico, 
Só os vícios são diferentes. 

Do THC ao alcoólico,
Do “filo” ao “fóbico”. 
São análogos sentimentos, 
Análogos aprendizes de pulsações partidas, 

São diferentes artigos, 
Por trás, semelhantes e antigos 
Nós, de tempos diferentes, 
Temos as mesmas teorias ardidas… 

Ando do contemporâneo ao saudoso, 
Dos tragos à revolta do futuro olho idoso. 
O futuro é clássico, macróbio e óbvio. 
Passo a passo, mais ranzinza e rancoroso.

Nos tempos mais antigos, estarei mais velho, 
Nos nos novos, mais jovem e amoroso. 
A juventude passará reversa através deste terceiro olho.
Voltarei a envelhecer, à procura de lubrificar meu novo estragado ferrolho. 

Texto 3 out. I.T 06 - AtaronChronon - A deformação e formação espiritual com relação ao ambiente carnal

Por onde vemos carne, vemos rastros de sua estadia, 
Por onde vemos a degradação ambiental, percebemos a estadia do espírito de deformação…

Seja qual for o ambiente, os seus rastros são visíveis. Físicos e Espirituais. Pelo pensamento corriqueiro; “Um ambiente ruim é cercado de gente ruim.” 
Seguindo este conceito popular, entramos em consenso com o AtaronChronon. 
Um espírito de deformação, no nosso contexto atual existencial -Talvez também nos anteriores e próximos- tem como características carnais a inveja, o egoísmo, ausência de valores -niilismo deformador- e o desprezo natural e sem razão pelo mundo que o cerca. Portanto, a despreocupação para com os seres desprovidos de raciocínio, e para com o plano de fundo de sua estadia provoca males físicos; Caos concreto, caos natural e degeneração do meio. Deixando assim, o ambiente negativo e desprovido de vida. Decorrente disto, presenciamos o mal-estar do ser de essência formadora em um ambiente de formação, gerando assim a consequência espiritual degenerativa. 
Como a formação está sempre ligada à preservação da vida (Mencionado anteriormente), a ausência desta provoca o desequilíbrio mental, físico e emocional sob a carne de formação, em diferentes proporções.
A exemplo disto, temos nas guerras que devastam cidades, campos e florestas, a depressão, partindo da degradação do ambiente de da aniquilação da vida, do meio e do ser racional. 

º Podemos entender o contexto de nosso ciclo com auxílio do ambiente, que, quanto mais degradado, mais degenerativo, quanto mais degenerativo, mais caótico-“deformativo”, caracterizando um ciclo como deformador. 

A restauração do ambiente pode influenciar um ciclo, como um ciclo pode influenciar na restauração do ambiente, sendo este consequência das ações de conservação de um ser formador. 

º Subtende-se que o caos natural é a inconstância nos ciclos naturais (desequilíbrio ambiental). Erosões não naturais, artificiais e provocadas pelo ser racional, desequilíbrio de temperaturas conforme seu ciclo… 

Texto 3 out. I.T 05 - AtaronChronon - O Niilismo metafísico e o Eterno Retorno em relação à consequência da neutralidade

Como mencionado, a neutralidade é um estado “espiritual” e mental de fácil corrupção, pois neste estado, a objetividade é nula, bem como seu nome

ºNiilismo habita; Sem objetividade e explicações à sua vida em carne, o interior torna-se vazio, âmago vago. Não há destinos, nem consequências diretas em seus atos, decorrente disso, sua centelha enfrenta o “Eterno Retorno”;
Ciclos pessoais da inércia espiritual, sem variações caóticas, a monotonia emocional e física, causando o gradiente de deformação interior, a depressão e o suicídio. 

Esta pequena neutralidade, responsável pela cessação mental cria a consequência indireta da neutralidade no próximo -ser próximo-, que consequentemente causa o desequilíbrio de espiritual em todo ciclo existencial-carnal, gerando outra consequência no ser; A possível corrupção da essência primitiva de formação à deformação. 

Em suma: 
O sofrimento do eterno retorno, causado pelo Niilismo metafísico na essência espiritual é consequência indireta da inércia mental, emocional e física do ser. Um ciclo pessoal imutável pelo vazio do Niilismo e infinito pelo Eterno Retorno. 

*¹ - Niilismo de Nietzsche: Aplicada à teoria; Um ser vazio e inerte, sem explicações e consequência de seus atos pela falta deles.

Texto 21 set.

Acerca da pura anomalia;
A semelhança com a felicidade é apenas euforia. 
Somada ao engano, é explicável a razão do evento. 
Mas não justificável é o choro ao relento. 

Texto 14 set.

40 مقاتل من هم،
من قاعدتهم،
ترك مدرعة، والذهاب إلى، وانتقل إلى سرقة،.
في طريقهم ذهبوا، رجل يبلغ من العمر،
يا رجل يبلغ من العمر، أحييكم فرحي،
رجل يبلغ من العمر،
رجل يبلغ من العمر ووريورز،
الجحيم حيث تذهب،
حيث تذهب الأبطال،
نذهب لوضع الخطوة على العدو. الجحيم على الأرض العدو
يأتي انضمام إلينا رجل يبلغ من العمرعن الهجوم،
الجحيم عن الهجوم،
"لا استطيع أصدقائي،"
"لأنني رجل يبلغ من العمر"


Edited by WinterTag. .

crafted by Prashanth Kamalakanthan